Instantes Perdidos

Instantes que se perdem na vida rodopiante e alucinada... Instantes escritos em poesia na busca da perfeição.

quarta-feira, setembro 01, 2004

Eu e Tu

Eu chamo-te.
Tu não escutas.
Eu quero-te.
Tu desprezas-me.
Eu sonho-te.
Tu me refutas.
Eu apanho-te
Tu afugentas-me
Eu venero-te
Tu me desprezas
Eu amo-te
Tu odeias-me
Mas o laço que me prende
É forte de mais que dói.
Nada me desprende
Ao amor que tenho e me corrói
Então temo. Que o amor
Não existe e não se constrói
Apenas fica a dor
Só Tu
A minha independência se desvanece.
A minha insana loucura cresce
Então o sonho aparece
És tu nua no meu leito
Tão crua e junto ao meu peito
É apenas um sonho e desvanece
É assim o amar...
Acontece.

Assin: Arthe

4 Missivas:

  • Blogger LM, escreveu…

    És brasileiro?

     
  • Blogger LadyFullMoon, escreveu…

    Mais um lindíssimo!
    Congrats!!!

     
  • Anonymous Anónimo, escreveu…

    LM, não sou brasileiro.

    MAs porquê a pergunta? Eu até acho que escrevo muito português. :D :D

    Assin: Arthe

     
  • Anonymous Anónimo, escreveu…

    Poema belo...

     

Enviar um comentário

<< Voltar