Instantes Perdidos

Instantes que se perdem na vida rodopiante e alucinada... Instantes escritos em poesia na busca da perfeição.

terça-feira, dezembro 14, 2004

Espelhado



Sou laranja e travesso
Gomo de cheiro e veludo
Doce ao ser carnudo
Para apenas o teu desejo
Meu liquido talvez puro
Enredado no teu mundo,
Dás-me o que prevejo?

Assin: Artur Rebelo (2004-12-10)

1 Missivas:

  • Blogger litle lucy, escreveu…

    hmm é delicioso ler te sabes bem que sim;)
    causas arrepios, doçura és meigo nas palavras beijjo te carinhosamente Rose**

     

Enviar um comentário

<< Voltar