Instantes Perdidos

Instantes que se perdem na vida rodopiante e alucinada... Instantes escritos em poesia na busca da perfeição.

segunda-feira, março 28, 2005

Aquece-me...

Teu nome está longe, assinado na pedra dura,
Não importa que sejas louca?
Não importa que sejas madura?
Escondo-me de ti todas as noites, estou farto...
Tão farto que a dor me emboca...
Escondo-me sob a almofada, no quarto...
É o coração escrito em fragmentos,
Que exorcizam a mente e a tolham numa praga,
Palavras nada valem perante sentimentos...
Não importa que estejas cansada?
Importa é que me inundas em vaga,
Escondo-me sempre inacessível e cansado,
Levanto-me nu e saio para a rua acinzentada,
Pessoas olham, o frio me violenta como uma adaga,
Não sei se grito de dor, ou de falta de amor,
No beijo entre nós dado, que me ficava tatuado,
Ficava na memória profunda lacrado a calor...
Um dia acordado, sentado sobre a imaginação,
Na pequena rua aquecido pelo amor,
Sonhei em mim o teu corpo em paixão,
Cheirei-te, Toquei-te, Abracei-te,
Mas era sonho...
Na pequena rua à chuva, esfriei,
Tenho frio, muito frio...
Mas assim fiquei, não importa...
Que ele se alastre em mim como um rio...
Sabes pensar em ti aquece-me,
Vou pensar em ti outra vez e deixo de ter frio...

Assin: Artur Rebelo
(Incluído na colectânea “Dores”)

3 Missivas:

  • Blogger Vera Cymbron, escreveu…

    E tu aqueces-me com as tuas palavras sempre que te leio!
    Jinhos, o teu amor também é tão lindo Artur!

     
  • Blogger Cathy, escreveu…

    Artur Artur...Eu adorei o poema, mas preferi apenas duma certa parte em diante... Os poemas não foram feitos pra serem sempre lidos num todo...Algumas vezes as partes lidas em separado tambem ajudam a...interpreta-lo com outros olhos e mais..intensamente...Eu adorei esta parte: "Não sei se grito de dor, ou de falta de amor,
    No beijo entre nós dado, que me ficava tatuado,
    Ficava na memória profunda lacrado a calor...
    Um dia acordado, sentado sobre a imaginação,
    Na pequena rua aquecido pelo amor,
    Sonhei em mim o teu corpo em paixão,
    Cheirei-te, Toquei-te, Abracei-te,
    Mas era sonho..."
    ...
    Vou guardar estas palavras quando tiver e precisar de usa-las..para dizer o que senti com elas...
    Adorei parabens...
    ---m0rena---

     
  • Blogger Uma estrela errante, escreveu…

    Belo Poema!

    Bebi seu conteudo com enorme prazer.

    Um beijo meu

    Isa

     

Enviar um comentário

<< Voltar