Instantes Perdidos

Instantes que se perdem na vida rodopiante e alucinada... Instantes escritos em poesia na busca da perfeição.

sexta-feira, abril 15, 2005

Vale dos amores

Por entre o vale dos teus seios
Meti a minha enxurrada,
Rio entre vales perfeitos,
Prometo a pele quente afiada...
Não tenho o gosto, tal jeito
Mas ao colar-me nas tuas colinas
Que não são minhas,
Talvez seja um eleito,
Do tal amor de rotina...
Que já não sei,
Se é para dentro do teu peito
Ou da tua Vagina...



Assin: Artur Rebelo

2 Missivas:

  • Blogger Vera Cymbron, escreveu…

    Estou corada de te ler...
    Mas como sempre a tua poesia faz-me vibrar.
    Jinhos

     
  • Blogger litle lucy, escreveu…

    deixo te um beijo

    espero pelo teu livro;):P

    Rose*

     

Enviar um comentário

<< Voltar