Instantes Perdidos

Instantes que se perdem na vida rodopiante e alucinada... Instantes escritos em poesia na busca da perfeição.

quinta-feira, março 03, 2005

Ternura


É um beijo...
Tão doce e tão leve,

É um beijo...
Tão grande e tão breve,

É um beijo...
Que a minha mente persegue,

de alguém,
Tão linda e tão bem,

De alguém,
Que com um olhar me tem.

É uma caricia...
Tão suave e tão recta,

É uma caricia...
Tão querida e correcta

É uma caricia tua...
Que o corpo acha certa,

De alguém
Tão perfeita e tão nua

És alguém...
que é para sempre o meu bem...


Assin: Artur Rebelo
Nota: A foto é um desenho feito a carvão por uma amiga de seu nick Anuxita. Esta foto tem todos os direitos atribuídos à própria.

5 Missivas:

  • Blogger Uma estrela errante, escreveu…

    Belo Poeta!
    Parabéns!
    Tinha saudades dos teus poemas!

    um beijo meu

    isa

     
  • Anonymous Anónimo, escreveu…

    Ja tinha suadades de te ler
    sempre belas palavras

    beijo rose*

     
  • Blogger Lana, escreveu…

    Gostei.. :) e a imagem ta mt boa...vê se n desaparecees :) **

     
  • Anonymous Lina (Mar Revolto), escreveu…

    Estou de saída da blogosfera, mas não dos espaços onde repousei muitas vezes com prazer e onde pretendo repousar outras tantas.
    Bom fim de semana
    Beijo

     
  • Anonymous Anónimo, escreveu…

    Artur és um eterno apaixonado...
    continua a escrever c toda essa força que possuis!
    beijo
    fada_O

     

Enviar um comentário

<< Voltar