Instantes Perdidos

Instantes que se perdem na vida rodopiante e alucinada... Instantes escritos em poesia na busca da perfeição.

sexta-feira, abril 22, 2005

Sufoco...

Sufoco

Sufoco com o vómito da tua saliva,
Do pronuncio do que sempre senti...
No vómito liquido na língua do sonho,
Donde a magia do amor nascida
Dos lençóis brancos onde nasci...
Nasço dentro do corpo risonho
Coloridos picantes dos elementos,
Sabes por teu corpo eu sonho...

Sufoco quando vomitas a água tua,
No sereno calor que abrasa e impera,
Agasalhas-me com a sensualidade nua
Onde a tesão fortifica o sentimento,
Sentidos na procura da tua espera...
Dos corpos pegados que te proponho,
Ao corpo abrando no sufoco,
Digo apenas aqui:
Eu amo,
Eu sonho,
Eu de ti sou louco...

Artur Rebelo
(Incluído na Colectânea Calores)

3 Missivas:

  • Blogger litle lucy, escreveu…

    do meu peito brotam maçãs, adeus, sonhos,
    paixões

    sentem tua língua, teus dedos
    tu

    beijas-me apaixonadamente
    e em mim fica a tua alma

    {Re}lembro-te {des} espero

    amo-te


    Rose
    ...pairando pelas brisas do teu corpo...

    P.S: palavras que meigamente escaparam-me. Para ti, somente.
    Lucia

     
  • Blogger Vera Cymbron, escreveu…

    Um dia ainda te respondo com um poema meu...adoro o que escreves como escreves...à paixões que nem todos podem sentir. Tu és o mágico das palavras da paixão.
    Jinhos

     
  • Blogger Uma estrela errante, escreveu…

    Belissimo!
    Cada vez gosto mais de te ler

    beijo

    Isa

     

Enviar um comentário

<< Voltar