Instantes Perdidos

Instantes que se perdem na vida rodopiante e alucinada... Instantes escritos em poesia na busca da perfeição.

segunda-feira, julho 25, 2005

A Mentira.



Grande é a mente
De quem apenas mente,
Pois sem mentir
É fraca gente,
Uma gente triste
Que apenas mente...
Mente o que sente
sem sentir
E que fala
Sem ouvir.
Errado quem a verdade deve,
Com o engano cala
Aquilo que se perde
Porque apenas sabe mentir.

Assin: Artur Rebelo

3 Missivas:

  • Anonymous mocho, escreveu…

    Para mentir é preciso, de facto, ter bastante arte, principalmente arte de enganar e seduzir. Os tolos, os ingénuos, os homens de verdade, as pessoas de princípios, as crianças, os animais...não mentem!!!

     
  • Blogger persephone, escreveu…

    mentira.. é a coisa que mais detesto.. hipocrisia, mentira...

    um beijo

     
  • Blogger Uma estrela errante, escreveu…

    olá,
    como sempre boa poesia.
    Estou de volta aos seroes no poesia_livre:))

    beijo meu

     

Enviar um comentário

<< Voltar