Instantes Perdidos

Instantes que se perdem na vida rodopiante e alucinada... Instantes escritos em poesia na busca da perfeição.

quinta-feira, agosto 11, 2005

Tenho Saudades...


Tenho saudades de ti...
Tenho saudades de mim
Saudades do nosso amor,
Tenho saudades imensas
Tenho saudades enfim
De ter saudades da dor...
Quem me dera
Que estas ondas intensas
Cheias de aroma e cor
Tocassem na esfera,
Que é a tua alma profunda
Que ainda amo sem pudor.
Tenho saudades de ti...
Saudades de nós...
...meu amor.


Assinado: Artur Rebelo (2005-08-11)
Incluso em "Dores"

7 Missivas:

  • Blogger Vera Cymbron, escreveu…

    E eu tenho saudades tuas...das tuas visitas...
    Ando um pouco sem tempo, mas sempre que posso venho saciar a fome de palavras bonitas como as tuas.
    Jinhos

     
  • Blogger Cacau, escreveu…

    Visitaste-me já há tanto tempo e eu ainda não tinha cá vindo visitar :) dsc a demora!!!

    Gostei de passear pelo teu cantinho e vou adicionar-te!

    beijinho

     
  • Blogger Uma estrela errante, escreveu…

    Ler te faz me bem!

    Obrigada pelos teus poemas tão recheados de emoções e de sentimentos.

     
  • Blogger nerq9dcxy60aiem, escreveu…

    Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

     
  • Blogger persephone, escreveu…

    fizeste me recordar:

    'É de cravos
    o cheiro que embala a minha alma
    É de rosas o perfumar do teu corpo

    Ó se minhas palavras arte fosse
    Porque leal e amor sou
    cravar-te-ei nas estrelas,
    desenhar-te-ei nos rios e florestas
    amar-te-ei sempre.


    Beber-te moderno sumo do fruto.
    Abundante por espasmos
    Segredos intimos,
    apenas revelados ao meu corpo.


    Ó se eu poeta fosse
    escrever-te-ia toda a minha alma
    todo o meu amor.
    Ó dor! Ó amor!
    Ó dor! Eis-te amor. Meu amor.
    Nem Vénus. Nem de Cnido nem de Milo.
    Nenhuma Deusa perto de ti
    é tão sublime, tão doce, tão meiga.



    Amor! Ó amor!'


    um abraço,
    rose

     
  • Anonymous ritinha_caloira, escreveu…

    sim senhor,temos poeta..:plol!bem,os teus poemas estão espetaculares!continua assim, não percas qualidades...continua a postar, que eu tou a gostar de ver!
    PARABÉNS, a tua poesia, é excelente!jinhux...^__^

     
  • Anonymous Anónimo, escreveu…

    "Também eu tenho saudades...de não me sentir partida... como tenho saudades de não me sentir traída, pelos ventos que passam sem me tocar, sem me beijar...
    Tenho saudades...de mim...de me poder perder em ti, e renascer em nós."

    beijo
    Vav

     

Enviar um comentário

<< Voltar